Jornalismo Ambiental

BIBLIOGRAFIA GERAL

ABREU, Miriam Santini de. Quando a palavra sustenta a farsa: o discurso jornalístico do desenvolvimento sustentável. Florianópolis: Editora da UFSC, 2006.

BARROS, Antonio Teixeira e SOUSA, Jorge Pedro. Jornalismo e ambiente: análise de investigações realizadas no Brasil e em Portugal. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa, 2010.

GIRARDI, Ilza; SCHWAAB, Reges (org.) . Jornalismo Ambiental: desafios e reflexões. Porto Alegre: Editora Dom Quixote, 2008.

LUFT, Schirley. Jornalismo, Meio ambiente e Amazônia: os desmatamentos nos jornais O Liberal do Pará e A Crítica do Amazonas. São Paulo: Annablume, 2005.

MONTERO SANDOVAL, José María. El medio, en los medios: teoría y práctica del periodismo ambiental. Madrid. Arteletra. 2004.

RAMOS, Luis Fernando Angerami. Meio ambiente e meios de comunicação. São Paulo: Annablume/FAPESP, 1995.

SCHMIDT, Luísa. Ambiente no Ecrã: Emissões e demissões no serviço público televisivo. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2003.

TRIGUEIRO, André (org). Meio ambiente no século 21. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

BIBLIOGRAFIA ESPECÍFICA

BUENO, Wilson da Costa. Comunicação, jornalismo e meio ambiente: teoria e pesquisa. São Paulo, Marajoara Editorial, 2007.

CALVO HERNANDO, Manuel. Teoria e Técnica do Jornalismo Científico. São Paulo: USP, 1970.

CALVO HERNANDO, Manuel. Manual de periodismo cientifico. Barcelona: Bosch, 1977.

DENCKER, Ada de Freitas Maneti.; KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Comunicação e Meio ambiente. São Paulo: Intercom, 1992.

GIRARDI, Ilza Maria Tourinho. O jornalismo ambiental nos cursos de jornalismo. In: Tendências na Comunicação 4. Porto Alegre: RBS/LPM, 2001.

GIRARDI, Ilza Maria Tourinho. Periodismo ambiental, ética e ciudadania. In: BACCHETTA, Victor L, coord. Ciudadania Planetária. Montevideo: IFEJ/FES, 2000.

LAYRARGUES, Philippe Pomier. A Cortina de fumaça: o discurso empresarial verde e a ideologia da racionalidade econômica. São Paulo: Annablume, 1998.

MARQUES DE MELO, José (org). Mídia, Ecologia e Sociedade. São Paulo: Intercom, 2008.

NELSON, Peter. Dez dicas práticas para reportagens sobre o meio ambiente. Brasília: WWF, 1994.

TRIGUEIRO, André (org). Mundo Sustentável: abrindo espaço na mídia para um planeta em transformação. São Paulo, SP, Brasil: Editora Globo, 2005.

VENTURA, Zuenir. Chico Mendes: crime e castigo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

VILAS BOAS, Sérgio (org). Formação & informação ambiental: jornalismo para iniciados e leigos. São Paulo: Summus, 2004.

SOBRE MEIO AMBIENTE E ECOLOGIA

BACCHETA, Víctor L. Ciudadania Planetária. Montevideo: International Federation of Environmental Journalists, 2000.

BOFF, Leonardo. Saber Cuidar. Petrópolis: Vozes, 1999.

BONES, Elmar; HASSE, Geraldo. Os Pioneiros da Ecologia. Porto Alegre: Já Editores, 2002.

CAPRA, Fritjof . A Teia da Vida: Uma Nova Compreensão Científica dos Sistemas Vivos. São Paulo: Cultrix, 1998.

CAPRA, Fritjof . As Conexões Ocultas: Ciência para uma Vida Sustentável. São Paulo: Cultrix, 2002.

CAPRA, Fritjof . O Ponto de Mutação. São Paulo: Cultrix, 1982.

CARNEIRO, Augusto. A História do Ambientalismo. Porto Alegre: Sagra Luzzatto. 2003.

CARSON, Rachel. Primavera Silenciosa. São Paulo: Melhoramentos, 1964.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. A Invenção Ecológica: Narrativas e Trajetórias da Educação Ambiental no Brasil. Porto Alegre: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2001.

CIMADEVILLA, Gustavo, comp. Comunicación, tecnología y desarrollo/Comunicação, tecnologia e desenvolvimento. Córdoba: Universidad Nacional de Río Cuarto, 2004.

FUCKS, M. Arenas de ação e debate públicos: conflitos ambientais e a emergência do meio ambiente enquanto problema social no Rio de Janeiro. Dados, Rio de Janeiro, v. 41, n.1, 1998.

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. São Paulo: Editora UNESP, 1991.

GUATTARI, Félix. As Três Ecologias. Campinas: Papirus, 1999.

GRÜN, Mauro. A produção discursiva sobre educação ambiental: terrorismo, arcaísmo e transcendentalismo. In: VEIGA-NETO (org.) Alfredo. Crítica Pós-estruturalista e Educação. Porto Alegre: Sulina, 1995. p.159-184

HANNIGAN, John. Sociologia ambiental: a formação de uma perspectiva social.Lisboa: Instituto Piaget, 1995.

IANNI, Octavio. A Era do Globalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1997.

LATOUR, Bruno. Políticas da natureza: como fazer ciência na democracia. Bauru, SP: Edusc, 2004.

LATOUCHE, Serge. Sobrevivir al desarrollo. Barcelona: Icária Editorial, 2004.

LEFF, Enrique. Epistemologia Ambiental. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2006.

LEIS, Héctor Ricardo. A modernidade insustentável: as críticas do ambientalismo à sociedade contemporânea. Petrópolis, RJ: Vozes; Santa Catarina: UFSC, 1999.

LOVELOCK, J.E. Gaia: um novo olhar sobre a terra. Rio de Janeiro: Edições 70, 1989.

LUTZENBERGER, José A. Fim do futuro? manifesto ecológico brasileiro. Porto Alegre: Movimento, 1976.

MINC, Carlos. Ecologia e Cidadania. São Paulo: Editora Moderna, 1998.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

MORIN, Edgar. Os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro. São Paulo: Cortez; Brasília:UNESCO, 2001.

MORIN, Edgar; KERN, Anne Brigitte. Terra-Pátria. Porto Alegre: Sulina, 2002. 184p.

MONTIBELLER FILHO, Gilberto. O mito do desenvolvimento sustentável: meio ambiente e custos sociais no moderno sistema produtor de mercadorias. 2. ed. rev. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2004.

NASCIMENTO, Elimar Pinheiro do; VIANNA, João Nildo de Souza (orgs.). Economia, meio ambiente e comunicação. Rio de Janeiro: Garamond, 2006

NOVAES, Washington. A Década do Impasse. São Paulo: Estação Liberdade: Instituto Socioambiental, 2002. 382p.

PELIZZOLI, M.L. Correntes da Ética Ambiental. Petrópolis: Vozes, 2003.

PONTING, Clive. Uma História Verde do Mundo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

PORTILHO, Fátima. Sustentabilidade ambiental, consumo e cidadania. São Paulo: Cortez, 2005.

RICARDO, Beto e CAMPANILLI, Maura (org.). Almanaque Brasil Socioambiental: uma nova perspectiva para entender a situação do Brasil e a nossa contribuição para a crise planetária. São Paulo: ISA, 2007.

SERRES, Michel. O Contrato Natural. Lisboa: Instituto Piaget, 1990.

SHIVA, Vandana. Biopirataria: a pilhagem da natureza e do conhecimento. Petrópolis: Vozes, 2001.

SOARES, André Geraldo. A natureza, a cultura e eu: ambientalismo e transformação social. Blumenau: Edifurb; Itajaí: Editora da Univali, 2003.

SORHUET GELOS, Hernán Luis. El mediador Social de este Siglo. Educación Ambiental, n.9, v.3 , diciembre 2001, México, SEMANARP-UNAM

UNGARETTI, Wladymir Netto. Contribuição ao Estudo das Relações entre Empresariado e Ambientalistas através de uma Análise de Conteúdo do Jornal Gazeta Mercantil. Florianópolis: UFSC, 1996.

UNGER, Nancy Mangabeira. O Encantamento do Humano: Ecologia e espiritualidade.São Paulo: Loyola, 1991.

URBAN, Teresa. Missão (Quase) Impossível: as aventuras e desventuras do movimento ambientalista no brasil. São Paulo: Peirópolis, 2001.

URBAN, Teresa, comp. Em Outras Palavras: meio ambiente para jornalistas. Curitiba: SENAR-Pr/SEMA. 2002.

BLOGS E SITES

1. Pesquisa “Projetos de Educação, Comunicação & Participação – Perspectivas para Políticas Públicas“, promovida pela Unicef e NCE-ECA/USP

2. Comedu, blog sobre educação para os media

3. Agência EducaBrasil, comunicação para educação

4. Blog Educomunicação, para sistematização dos estudos (última postagem em 2008, mas com conteúdo interessante)

5. Programa Jornal e Educação, da ANJ (Associação Nacional de Jornais)
*destaque para a lista de referências bibliográficas excelente!

6. Todos documentos de áudio, vídeo e impressos do VI Simpósio de Educomunicação

7. Revista Viração, parceria Unesco-USP (em São Paulo)

8. NCE (Núcleo de Comunicação e Educação da USP) e muitos textos, artigos, notas, etc.

9. World Future Council (WFC): Mídia e Educaçaão, além de Meio Ambiente e outros temas

10. Rede CEP (Experiências em Comunicação, Educação e Participação): ONG com publicação excelente

11. CMI (Centro de Mídia Independente): além de milhares de outros temas, o CMI tem educomunicação também

12. Oboré: Projetos especiais em comunicação e artes

13. Projeto Cala-Boca já morreu: educomunicação

14. Mídia Social: faz parte da Rede Brasileira de Educação Ambiental (Rebea)

15. Observatório do direito à comunicação

16. Portal Gens: Instituto de Educação e Cultura – tem uma parte especial de Educação Ambiental

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s